Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2013

"O que se passou ontem no ISCTE não tem justificação. Em democracia temos

de nos demarcar de comportamentos extremistas premeditados que impeçam um membro do Governo de discursar, usando a força como forma de boicote". Assim escreveu Eduardo Oliveira e Silva, director do jornal I. Aliás, os jornalistas e comentadores da nossa praça, com medo de perderem o emprego, metem a viola no saco e ajoelham-se perante o poder económico, que suporta este Governo. A profissão de jornalista, com esta crise, abastardou-se. Salvo raras excepções, hoje já são muito poucos os jornalistas íntegros, defensores da lei e da liberdade. Cederam em toda a linha aos "mercados", e áqueles que defendem a acção destes mesmos. Mas, afinal de quem é a culpa do que se está a passar? Não é Pedro Passos Coelho e o seu Governo por manter em exercício um ministro que está "morto", que tresanda a fedor e causa náuseas a qualquer pessoa honesta e de bom senso? Depois de todas as "trapalhadas", tropelias e atropelos cometidas por Miguel Relvas, não deveria Passos Coelho ter demitido este ministro, logo após ser conhecida a fraude da sua licenciatura em não sei quê? Um primeiro-ministro político, conhecedor dos meandros da governação, logo teria percebido que não podia continuar a dar cobertura a Miguel Relvas. Na hora apropriada não o demitiu, desculpou-o, e continuou a dar-lhe "vara larga". Nessa altura, Miguel Relvas recuou para os bastidores, após as "trapalhadas" com a privatização da RTP. Mas prometeu voltar (as Mac Artur said), com mais força e com mais determinação... Agora o "licenciado" Miguel Relvas, onde quer que se apresente, é motivo para chacota e o povo indica-lhe a porta de saída, mas nem Passos Coelho nem Miguel Relvas percebem que um produto pôdre, deve ser retirado para não contaminar os restantes. Ora, no caso de Miguel Relvas, verifica-se que o seu estado bolorento já contaminou o próprio primeiro-ministro e o seu Governo. Estão todos a apodrecer, já começa a cheirar mal, o povo já não aguenta esta podridão. Por isso protesta, exigindo do Governo uma "limpeza" completa, seguida de uma desinfestação geral. O ambiente e os portugueses assim o exigem. Queremos políticos com ética, honrados e respeitadores das mais elementares regras de transparência e rigôr na governação. Exige-se respeito pelas instituições nacionais e pelos cargos políticos.

Com Relvas no Governo o espectáculo de circo ambulante, vai continuar. Até apodrecer.



publicado por Evaristo Ferreira às 15:57 | link do post

De Francisco Clamote a 20 de Fevereiro de 2013 às 19:06
Subscrevo. Abraço.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds