Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2013

É penoso assistir às tropelias cometidas por um Governo de gente desvairada,

que não tem sentido de Estado nem respeita as mais elementares regras da ética republicana. É gente que não tem um pingo de vergonha, que faz tábua rasa do decôro, do rigôr e da transparência. Prova de tudo isto são as trapalhadas com a nomeação de Franklim Alves para secretário de Estado, cujo currículo, colocado no portal do Governo, omitiu a sua passagem pelo BPN. Causa-me asco, a continuada presença em cena do ministro Miguel Relvas -- um corpo estranho num Governo de licenciados e de doutorados. Causa-me azia, ver o apinocado ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, no final da discussão sobre o "corte de 4.000 milhões, vir anunciar um rol de pequenos investimentos no montante de 154 milhões de euros, quando esta deveria ser a função do ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira. Causa-me revolta, ouvir o ministro Vitor Gaspar a falar do "crédito" que Portugal tem junto da Troika e dos "mercados". Esta gente desvairada e fundamentalista deixa-me deprimido. Por favor, corram con estes arrivistas, sabujos dos "mercados" e coveiros das famílias portuguesas.

Pateta é o Povinho, e Metralha é a cambada cavaquista, que assaltou o BPN...



publicado por Evaristo Ferreira às 15:13 | link do post

De Santos Costa a 14 de Fevereiro de 2013 às 10:43
Evaristo

Só não concordo contigo no que toca à classificação ou pontuação que dás ao Sócrates, que Deus o tenha consoante está. De resto, estou de acordo quanto a esta malta de Relvas e Ervas Daninhas, licenciada ou licenciosa, dos Franquelins (sem k e à portuguesa, com o apelido do Alves dos Reis) e dos BPN's, dos buracos de 4 milhões e da roubalheira de outros 4, dos banqueiros que nos mandam aguentar como aguentam os sem-abrigo, das aldrabices de um ministro da Economia, do saque a quem trabalha e da sacanice de quem não tem tino para governar.
Perdi a pachorra. Como já escrevi algures, para acalmar a neura que tudo isto me dá, dou um pontapé no cesto do lixo. Enfim, o cesto não tem culpa do cotejo que faça entre a sua função recicladora e esta plêiade de mandarins sem rabicho.

Um abraço


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds