Quinta-feira, 24 de Maio de 2012

Com este Governo e com esta "gente que o apoia", nada fica bem explicado.

Procurei esta manhã obter informação sobre os tópicos aprovados na Cimeira de ontem, em Bruxelas, mas os jornais pouco ou nada relataram em matéria tão importante. Fixaram-se pelo black-out, como sempre, quando o assunto entra em contradição com a política defendida por esta "gente honrada". O black-out à informação vinda de Bruxelas, é uma imitação da doutrina defendida pelo ministro Relvas. Parece que tem seguidores. Ontem à noite, os canais televisivos abriram com os fait-divers do Euro 2012. As tevês ligaram para Óbidos, numa corrida infernal, pois constou que o jogador sicrano deslocou o dedo mindinho do pé ao sair do duche, e o jogador beltrano teria partido uma unha do pé esquerdo quando treinava com ténis de biqueira larga, marca Roskov. Os jornais desta manhã tambem fizeram black-out às notícias da Cimeira de Bruxelas. O ministro Relvas parece estar a controlar, de facto, a informação.  Para saber o que foi decidido em Bruxelas tive que procurar o Financial Times e o Wall Street Journal nas suas edições online. Até à reunião de Junho, os interessados devem apresentar ideias quanto à forma do Governo Económico, ou seja, "o que fazer, como fazer e quando fazer".  Porque se trata de uma "mudança" na política europeia (este PSD nunca teve uma ideia acerca disso), os jornais parecem estar a cumprir a directriz do ministro Relvas: black-out às políticas de mudança, sim à política de austeridade seguida pelo Governo, para não desagradar á senhora Merkel. Na verdade a manchete do DN é sobre a gestora da Newshold, detentora do semanário Sol, dirigido pelo arquitecto Saraiva. Já o tablóide Correio da Manha, quando não escreve sobre o "disse que disse" e o que "foi dito por" relacionados com Sócrates, reserva sempre a primeira página para os crimes de faca e alguidar ou os amores entre as vedetas de telenovela. O Público (expurgado do Zé Manel Fernandes) ainda é o jornal de referência. Um jornal enxuto, isento qb, bem feito, e responsável.  O jornal I, em formato de gazeta, está mais virado para a opinião, através de uma dezena de "papagaios" arregimentados a troco de avença. Quanto às estações de rádio, é um pavor. A RDP1 concorre, taco a tacto, com a TSF do Baldaia, testa de ferro da Controlinveste. A estação pública copia o alinhamento da TSF, fecha o bloco informativo logo que a TSF o faz. É uma seca, pois o leitor fica sem alternativas credíveis. Perante este cenário, apresentado pela comunicação social, não é fácil andar bem informado. Estes gestores de media, tal como o "coiso" Álvaro, não conseguem explicar, ser sinceros, verdadeiros e espontâneos. Tal como o "coiso".

Imagem de uma praia na Corsica (Corsega), tão divulgada pelo canal temático myZen.tv .

Trata-se de um ilha, com governo próprio, onde se fala corso, e francês como segunda língua.



publicado por Evaristo Ferreira às 16:42 | link do post | comentar

1 comentário:
De Francisco Clamote a 24 de Maio de 2012 às 22:49
Comungo da mesma opinião. Nesta matéria, porém, tenho de admitir que o problema já não é só de agora. Abraço.


Comentar post

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds