Quarta-feira, 23 de Maio de 2012

Depois do 25 de Abril, nunca este país tinha vivido tempos tão difíceis, graças

a esta "gente honrada, cumpridora da palavra dada", e que em 2009 inventou as "escutas a Belém" e a treta da "asfixia democrática". Nunca se viu tanto ataque à liberdade de informação, como está acontecendo agora. O ministro Miguel Relvas, que tutela a Comunicação Social, está metido numa camisa de sete varas por causa das ameaças feitas a uma jornalista do Público. O ministro Relvas foi displicente nas declarações que fez no Parlamento, durante as audições da primeira comissão, onde negou o que já era evidente. Agora recusa-se a estar presente numa segunda ronda de audiências, tendo informado o Parlamento que só responderia, por escrito, às perguntas formuladas pela Comissão de Inquérito. O ministro Relvas está encurralado e procura agora fugir às perguntas incómodas dos deputados. Entretanto este caso vai-se avolumando, inchando cada vez mais com novos episódios, e acaba por trazer á memória de todos nós os episódios rocambolescos vividos por Miguel Relvas enquanto ministro de Estado, que tutela a Comunicação Social. No rol das malfeitorias, cometidas pelo ministro Relvas contra a liberdade de informação, conta-se o caso do jornalista Nuno Simas, de seguida do jornalista Pedro Rosa Mendes, e agora, o da jornalista Maria José Oliveira... É muita coisa, em tão pouco tempo. É um verdadeiro cerco à acção dos jornalistas. É uma obsessão doentia contra o direito à informação. É um ultraje aos profissionais do jornalismo sério.

E, no meio de tudo isto, cabe perguntar: onde estão aqueles que, no verão de 2009, inventaram a "asfixia democrática" e as "escutas a Belém"?  Esses, agora, respondem assim: "Os media não se deveriam colocar no papel da oposição ao Governo" -- Matos Correia, deputado do PSD, dixit. Pois é, como eu entendo bem esta "gente honrada, cumpridora da palavra dada"...

Janela para o Mundo... Réplicas de monumentos e jardins de diversos países

construidas num parque público de Shenzhen, Zona Económica Especial da China.



publicado por Evaristo Ferreira às 15:15 | link do post | comentar

1 comentário:
De Francisco Clamote a 24 de Maio de 2012 às 16:27
Como o meu amigo já deve saber a estas horas, afinal o "pressionado" foi o Relvas.
"Gente honrada" é assim. Abraço.


Comentar post

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds