Segunda-feira, 2 de Abril de 2012

O que está a passar-se com António José Seguro não me agrada, antes pelo

contrário, deixa-me desiludido e afasta-me, cada vez mais, de toda a actividade política protagonizada pelo actual secretãrio-geral do PS. Desde a primeira hora que a figura de José Seguro me pareceu inadequada para dirigir o PS. A saída de José Sócrates, um dirigente forte e carismático, deixou o partido orfão. Para colmatar a ausência de Sócrates, teria sido bom que os militantes tivessem elegido um outro dirigente, que tivessem optado por alguem que não rejeitasse a "herança do socratismo", e que fosse capaz de liderar o PS por forma a conseguir a unidade do partido, e não o vazio e a desmotivação que está a alastrar em grande parte dos militantes e simpatizantes do PS. Seguro, parece ser um "animal manso", mas tem um defeito que a mim me causa repulsa. Seguro é inseguro, matreiro e pouco transparente. Seguro é um "general" incapaz de mobilizar soldados e ganhar uma guerra no terreno de combate. Seguro, em vez de lutar para ganhar,  prefere o ardil, a marosca, o embuste. Seguro está confinado às "tropas aquarteladas" nas federações distritais. Foi aí que ganhou aos seus competidores. Seguro controla os apparatshiks do partido, e é com eles que pensa ganhar batalhas, mas uma batalha política, para ser ganha, precisa de ter um "general", não um "cabo" ardiloso e matreiro. A trapaça feita por Seguro, para se manter no "poleiro" da liderança do PS até 2015, é uma jogada pouco transparente e que deixa antever o carácter de um candidato que pretende chegar a primeiro-ministro. Se ele faz isto para "reinar" no PS, o que não faria num Governo em que fosse primeiro-ministro. Está tudo dito sobre José Seguro (embora não seja dito "com cortesia e elegância").

Decorreu em Carachi, Paquistão, a Semana da Moda, que teve a presença

de designers internacionais e paquistaneses. A economia do Paquistão está

a crescer, graças à indústria da moda, vestuário e calçado. Esta imagem não

aconteceria fora de Carachi, Islamabade ou Lahore, por causa dos talibans.

Mas os "mercados" vão acabar por vencer a resistência dos fiéis de Maomé.

 



publicado por Evaristo Ferreira às 14:50 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds