Segunda-feira, 13 de Fevereiro de 2012

Nunca o futuro foi tão incerto, neste mundo em mudança, mas os «papagaios»,

da política, à direita e à esquerda, continuam a vaticinar os mais estranhos oráculos. Nesta altura do campeonato, Passos Coelho já se prepara para dizer que, afinal «a crise do país vem de fora» na medida em que temos uma «economia aberta», sujeita às oscilações do mercado globalizado. Creio bem que Passos Coelho está-se a preparar para deixar caír o lema da sua acção governativa: «venceremos, custe o que custar». As condições do mercado a isso obrigam -- penso eu de que. Mal se ouviu Wolfgang Schauble segredar a Vitor Gaspar que «a Alemanha está disposta a ajudar Portugal» daqui por uns mezitos, isto é, depois de resolvida a «tragédia grega», e logo os mais «avisados papagaios» entraram em campo a cacarejar, uns a favor, outros contra, no sentido de pressionar Passos Coelho a «renegociar a dívida». Até o Eduardo Catroga, esse pensionista sexagenário, que recebe uma pensão de 9.964,54 euros, faz uns biscates na CUF e na SAPEC, e foi premiado com uma cadeira na EDP -- que lhe rende 638.000 euros anuais -- (ganha tão pouco, coitado) veio agora dizer que é urgente reformular o acordo com a Troika.... Este peão de brega, homem de confiança de Passos Coelho, que negociou o acordo com a Troika, esteve à beira de um esgotamento, e deixou registado na SIC-N o seu estado de esquezofrenia, ao falar de «pintelhos» em vez de «coisa nenhuma», até esta toupeira -- dizia eu -- saiu agora da toca para dar mais um empurrãozinho a Passos Coelho. É urgente negociar com a Troika, diz o Catroga, é preciso obter dinheiro para as PMEs, que estão descapitalizadas (cito de cor). O «avozinho» Catroga está, mais uma vez, no terreno, oferecendo os seus serviços a Passos Coelho. Será que o Catroga dos «pintelhos» ainda não está satisfeito? Estará ele à espera de mais um «gancho» numa das próximas privatizações? O Catroga é daqueles que «comem tudo», caramba! É insaciável. É com gente desta, «que mal ganha para as despesa», que o futuro dos nossos jovens está bloqueado. O Catroga não larga os «tachos», caramba! Assim, aos jovens licenciados, só resta a emigração... Os «comilões», como o Catroga, secam as «novas oportunidades», não abrem caminho para os jovens.

Quanto à «revisão do acordo», e não à sua «renegociação» -- exigida pela extrema-esquerda há oito meses atrás -- penso que a Alemanha (e Portugal) têm todo o interesse na «suavização» desta austeridade, e na recuperação económica do país, pois só assim poderemos criar emprego e pagar a dívida. A Alemanha reconhece os erros cometidos com a Grécia. Procura evitar que Portugal se transforme em mais uma dor de cabeça para os bancos alemães, que perderam dezenas de milhões de euros com a dívida grega.

Gelo formado sobre escultura num dos parques de Tóquio (Japão), que tem

sido fustigado pelos ventos polares. Neste inverno do nosso descontentamento,

ainda nos falta a chuva e a neve, tão necessárias à geografia rural e agricola.

 



publicado por Evaristo Ferreira às 14:42 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds