Terça-feira, 27 de Dezembro de 2011

Este ano vai ficar marcado pelo mais «mentiroso» dos chefes de Governo

que o nosso país já teve. Pedro Passos Coelho bate todos os recordes da mentira. O Mentirólogo do nosso Jumento assinala 38 Grandes mentiras cometidas pelo actual primeiro-ministro. Todavia, falta ainda contabilizar as «trapalhadas» de Passos Coelho, do ministro Álvaro, do ministro Vitor Gaspar, do ministro «matemático» Crato, da ministra da «Lavoura», do ministro das Polícias e do ministro das Tropas afectas à Nato. Quanto aos secretários e acessores, as trapalhadas e as mentiras cometidas ultrapassam as do chefe, Passos Coelho. Uma grande «trapalhada», aliada a um chorrilho de mentiras cometida pelo actual primeiro-ministro, tem a ver com o Orçamento Rectificativo do Orçamento de Estado para 2012 -- que ainda nem sequer foi promulgado por Cavaco Silva. Passos Coelho começou por se gabar de que este ano, o dédice ficaria, não pelos 5,9% exigidos pela Troika, mas sim em 4,5%... Agora vem falar da necessidade de um Rectificativo porque, afinal temos um excedente 2.000 milhões de euros, provenientes do Fundo de Pensões da banca. Passos Coelho quer esse dinheiro para pagar dívidas, pois não vai ter efeito no défice do próximo ano. Mas se as Finanças têm um «excedente», é por que de algum lado lhe veio... Portanto, é mais um valor a juntar à dívida, e, assim, o défice deste ano, não será, em termos nominais, de 4,5% mas sim de 5,2%... Este «expediente», cometido por esta «gente honrada», é uma «bota», uma «trapalhada» que vem complicar as contas das Finanças Públicas em 2012... Para quem sempre se reclamou de «gente honesta, cumpridora da palavra dada», esta «trapalhada» deve ser explicada aos portugueses, a quém Passos Coelho «roubou» meio subsídio de Natal. As «mentiras e trapalhadas» cometidas por esta «gente honrada», são tantas que até já começam a incomodar alguns dos apaniguados desta Liberal-Coligação de interesses, protectora dos «mercados» e do «capital amigo». Por exemplo, o Lobão Xavier, que come no milheiral das empresas do grupo SONAE, e tem poleiro na capoeira do Circulo Quadrado, vem hoje afirmar no rosto do Diário Económico (do Grupo Ongoing) que «este ano não houve ninguem que se destacasse pela positiva». (Não acrescento "sic", por citar de memória visual). De facto, opiniões destas -- vindas de gente ligada aos partidos da Coligação -- acabam por provocar confusão no contribuite comum... Até o «duplicado» do Professor Marcelo, ou seja, Marques Mendes [Ganda Nóia], já critica , pela negativa, este Governo. É bom lembrar que Marques Mendes, não foi chamado por Passos Coelho para comer do «pote». Mendes agora fala «grosso», porque foi chamado para fazer parte de uma das maiores sociedades de Advogados de Lisboa. Por isso, de acordo com as regras da Arte de Bem Ccavalgar toda a Sela, Mendes começa a trotar o poder dos «Conselheiros Jurídicos». O gado, «desencabrestado», pode tornar-se num grave problema para os «campinos da Lezíria».



publicado por Evaristo Ferreira às 16:11 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds