Quinta-feira, 22 de Dezembro de 2011

Por força deste Governo, este país está em vias de «trespasse» da sua gente,

e dos seus activos estratégicos, a troco de muito pouco. O eurodeputado Paulo Rangel -- que Ferreira Leite «namorou» para dirigir o PSD -- quer viabilizar o trespasse total do país. E já avançou com a ideia de criar uma «Agência para Exportar Portugal», um instituto que rivalizaria com o AICEP, mas donde não resultaria nenhuma «guerra comercial» , dado que este seria logo empacotado e enviado para o estrangeiro. Vamos ver se esta ideia mirabolante do eurodeputado Rangel tem pernas para andar. Duvido, pois seria um «empreendimento» que poderia ofuscar a saga de Vasco da Gama, quando este se fez ao mar largo e «salgado pelas lágrimas de Portugal». para ir à Índia e engrandecer o Império Lusitano... Isto tudo não passa de uma anedota, mas há, nesta ideia rangelista, um pouco do ADN constituinte do neoliberalismo burocrata deste Governo. Com as medidas tomadas,« para além da Troika», este Governo aumentou o desemprego e criou desilusão. Logo, os portugueses jovens e mais aptos, começaram a emigrar, deixando para trás o sonho de uma vida. Tambem o «grande capital», temendo os cortes -- «para além da Troika» -- prometidos por este Governo, começaram a emalar os milhões e colocaram-nos a salvo nos «paraísos fiscais, conhecidos por off-shores. Em resultado desta sangria -- ignorada por Passos Coelho e Vitor Gaspar -- a banca nacional ficou na penúria, sem dinheiro fresco em caixa, para «financiar a economia, as Empresas Públicas e as PMEs... O Governo e os seus acólitos, de que é exemplo o obeso, aziago e rancoroso Carlos Abreu Amorim, não querem falar deste assunto, mas ele é a causa primeira da descapitalização da nossa banca.

 

Depois de «trespassar» os portugueses e de deixar «fugir» o grande capital,

o Governo está agora a vender, por tuta e meia, os activos da Nação. Hoje foi o dia da entrega da EDP (Energia e Renováveis) à chinesa Three Gorges Corp. A seguir, será a Rede Energética Nacional (REN), que poderá ficar em mãos da detentora da Barragem das Tres Gargantas, a maior barragem do mundo, que domou o grande rio Amarelo. Tem que ser, dizem eles, faz parte do Memorando de Entendimento com a Troika. Pois, mas as condições de mercado, nesta altura, apenas servem para «saldos». As cotações estão muito baixas, e os investidores disponéveis são raros. Pessoalmente, gostei de saber que a EDP conta com o investimento chinês. A sua proposta, seria a melhor. Eles têm dinheiro, e podem fazer muito investimento no país. Já a forma como foi dado a conhecer o vencedor, tratar-se-á, mais uma vez, de uma fuga de informação previlegiada. Ás 14,18 da tarde, já existe informação segura do vencedor neste concurso de privatização, mas alguem do Governo só dará conta do resultado, oficial, mais tarde. Anda a carroça à frente dos bois. Oxalá que este sinal, não venha a criar um desaguisado com a alemã E.On e as brasileiras Electrobras e a CEMIG.

A barragem das Tres Gargantas domou o rio Yangtze (percorre 6.300 kms), mas

criou problemas ambientais a montante da represa, só resolvidos à posteriori...



publicado por Evaristo Ferreira às 14:37 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds