Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2011

Neste momento a grande questão dos nossos políticos é travar a subida

do endividamento e do défice das contas públicas. Muito bem. Temos esses problemas, neste momento, e por isso estamos como estamos. Parados, à beira da estrada, a pedir boleia a este, e uns trocos áqueloutro. Uma parte dos portugueses está a dieta anoréctica, outra parte está adoentada, uma terceira parte está a mendigar, e os mais ricos nada têm que os aflija. A grande discussão, entre os liberais do Governo e o Seguro do PS, é saber como poderemos assegurar 0,5% de límite para o défice e os 60% para a dívida. O Governo quer alterar a Constituição, pour cause e para mexer em mais alguma coisa... Seguro, seguindo a linha política que o PS há muito defeniu sobre o assunto, rejeita a «jogada» do Governo e recomenda a Passos um aditamento à lei do enquadramento orçamental. 

Com o «afundamento» progressivo e violento da economia nacional, o que

me espanta é que os nossos políticos percam o «norte» e se entretenham a discutir coisas de lana caprina, sem que dêem um sinal de preocupação pelo rumo que as coisas estão a levar... Preocupem-se com o crescimento da economia, com a subida do PIB, caramba! Com uma recessão de 3% no próximo ano, como vamos nós pagar os juros da dívida, as despesas da Troika, e as prestações dos 78.000 milhões?... Sem crescimento, sem a subida do PIB, como vamos nós sair do poço para onde estamos a ser empurrados? Com as restrições impostas na última reunião da UE (sem aumento da dívida e do défice), como vamos nós financiar o crescimento da nossa economia?... Não é possivel. Sou levado a crer que o ADN deste Governo tem como finalidade o apagamento de Portugal, e como fim último, fazer deste país um lugar sem portugueses, obrigando estes, num acto de desespero, a emigrar em massa.

Ontem celebrou-se o Dia da Montanha. Aqui fica o Monte Everest, o mais alto

do mundo, com 8.848 metros de altitude. É agradável subir à montanha. Estar

a subir, estar no «top» é muito gratificante. Na Economia, como na Natureza, o

acto de estar a «subir» é o melhor remédio contra o pessimismo. É revigorante.



publicado por Evaristo Ferreira às 14:46 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds