Sexta-feira, 11 de Novembro de 2011

Este Governo, liderado por Passos Coelho, foi constituido na base de uma

coligação PSD/CDS, mas até agora, pelo que temos visto, parece tratar-se apenas de um Governo do PSD, dirigido por neoliberais. O ministro mais conhecido pela sua actividade política, é Carlos Gaspar,o ministro das Finanças do PSD, seguindo-se o Álvaro [Santos Pereira], ministro da Economia, tambem do PSD. Temos ainda o ministro da Saúde, Paulo Macedo, que defende cortes a torto e a direito no SNS, como verdadeiro técnico neoliberal que é, ao serviço do PSD. A seguir surge o ministro das políciais, Miguel Relvas, do PSD, o primeiro a renunciar ao subsídio de alojamento. Depois temos Miguel Relvas, ministro da Propaganda do PSD, que embora não tenha funções executivas, aparece diáriamente em todos os jornais, rádios e televisões a falar das virtudes deste Governo, e semear a confusão entre as oposições, a propósito de tudo e de nada, como seja a privatização da RTP, das Águas Livres ou das Golden Shares do Estado. Por fim, temos Aguiar Branco, ministro das tropas na Bosnia-Herzgovina/Kosovo/Afeganistão, que passa o tempo a visitar os generais dos tres ramos das Forças Armadas, para lhes dizer que o Governo não tem dinheiro para construir um Hospital para os militares. Enfim. Em boa verdade, o CDS não existe neste Governo. O ministro da Segurança Social, Mota Soares, farta-se de anunciar aumentos (de cêntimos) nas pensões sociais, mas não entusiasma ninguem, nem mesmo dentro do CDS. Vá-se lá saber porquê! Talvez seja pelo low-profile utilizado no seu discurso, ou por preferir uma Vespa a um Audi ou um BMW... O CDS transformou-se num "Centro De Sossegados". Até a ministra da Lavoura, Assunção Cristas, que prometia, ficou-se pela dispensa de gravatas,.. E quanto ao "euro-calmo" Paulo Portas, ministro dos Estrangeiros, ninguem sabe que é feito dele. Passos Coelho pode ter a solidariedade de Portas, mas este não parece comprometer-se com o chefe do Governo. Até na apresentação do OE2012, Paulo Portas colocou-se à distância, fora de portas. Se alguma coisa correr mal, não será por culpa do CDS -- dirá o macaco.

O ministro Paulo Portas deve andar lá por Nova Iorque, a meditar no Grond Zero, ou a

aplaudir os discursos de Cavaco Silva... No Independente, nunca admitiria tal hipótese.



publicado por Evaristo Ferreira às 14:54 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds