Sexta-feira, 21 de Outubro de 2011

Aqueles que em Março aplaudiram Cavaco Silva por ter criticado

José Sócrates, aquando da apresentação do PEC-4, são os mesmos que agora dizem que o Presidente "não devia ter dito o que disse" sobre os sacrifícios impostos aos portugueses, previstos no OE para 2012. Até Eduardo Catroga -- o homem dos pentelhos gravados em telemóvel -- veio zurzir em Cavaco, dando a entender que o Presidente teria feito melhor, se tivesse ficado calado.

 

Os "noviços" da JSD querem levar a julgamento José Sócrates e

os gestores públicos, por causa das contas do Estado. Estes aprendizes de feiticeiro, estão prenhes de ódio visceral, sem saberem porque razão. E tambem não sabem, que em 2008, os responsáveis políticos dos EUA e da UE emitiram directrizes para a Reserva Federal e o BCE disponibilizarem fundos à banca, à indústria e ao consumo, com vista a  evitar o colapso do sistema financeiro (capitalista) mundial? Que esqueceram os défices e o montante da dívida soberana? Que os States ultrapassaram todos os limites? Que a Alemanha, a França, a Holanda e a Inglaterra não quizeram saber dos défices? Que só pensaram nos défices no final de 2009? A ignorância gera a incompreensão, e esta gera o ódio (a Sócrates).

 

Entretanto, o ministro da Propaganda, José Relvas, veio ontem

apelar à "unidade" e ao "patriotismo republicano". Quereria Relvas puxar as orelhas aos novatos da JSD? Ou queria Miguel Relvas atingir o PR da "Maioria-Um-Governo-Um-Presidente"? Miguel Relvas é matreiro, experiente, tem calo... Não é fácil advinhar-lhe o pensamento. Tanto mais que, até agora, Miguel Relvas, sempre espingardeou em todos os azimutes para espantar o inimigo. Quem está a brilhar, é o Secretário Carlos Moedas, que ontem foi visto na Adega de Colares, sentado à mesa, a sorrir para o prato do consomé, na companhia de Fernando Seara. Moedas, que dirige uma equipa de "30 peritos" destinada a zelar pelo cumprimento do Memorando da Troika, parece estar a viver dias felizes... É preciso mão-de-ferro para ser "mestre de orquestra" com "30 peritos"! E não olhar a despesas, mesmo que o Estado esteja na bancarrota.

 

Consta que o Zé Rodrigues dos Santos, pivô da RTP, mas escritor

prolixo, editor de tijolos com mais de 800 páginas (num tempo de e-mails e SMS), anda lá por Jerusalém, a afirmar que "o Antigo Testamento nunca profetizou o nascimento de Jesus"... Não querem lá ver, o ex-reporter de guerra, que cobriu a Guerra do Golfo em 1991, com despachos em directo das areias do deserto! Então, agora o Zé Robrigues dos Santos quer dar cabo da religião cristã, numa altura em que o Estado do Vaticano está a viver um pesadelo, com a crise financeira, que o atingiu, nos seus investimentos em Wall Street! A continuar, o Zé Rodrigues vai parar ao Tribunal da Santa Inquisição. Por blasfémia. Ai vai, vai.

A Líbia perdeu o medo, e já canta em liberdade, como povo livre e soberano.

(Kadafi morreu como um rato.  "Quem com ferros mata, com ferros morre").



publicado por Evaristo Ferreira às 14:38 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds