Terça-feira, 6 de Setembro de 2011

O editorial de hoje do DN "furou" o boicoite, decretado pela Central

de Informações do Governo de Passos Coelho, às notícias que digam respeito à "crise internacional" -- que afecta a economia portuguesa, e tantas vezes foi referida por José Sócrates. Naqueles dias, os candidatos ao "pote", culpavam apenas Sócrates, pela crise financeira e económica que se abatera sobre Portugal. Para serem coerentes, Passos Coelho e os seus aliados, não queriam, até agora, assacar as culpas à crise do sub prime, que tivera origem nos EUA e se propagara á economia mundial. Agora, que estão no poder, já começam a MUDAR o discurso. Vejamos o que diz a "secção laranja" do PSD no editorial do DN: "...por efeitos de uma crise, cuja importância não vale apenas ser minimizada, [que] rebentou há já quatro anos, em Agosto de 2007, no crédito imobiliário norte-americano, [e que se] agravou, no Outono de 2008, estendendo-se por todos os continentes em fins de 2008, princípios de 2009, lançando a economia mundial nesse ano numa recessão sincronizada à escala mundial, como já não se via há sete décadas. Acontece que a história não acaba aqui". [...] "Na sequência da resposta coordenada dos principais bancos centrais e dos Governos dos países desenvolvidos, cortou-se a quebra econónima [injectando dinheiro na banca, nas empresas, no consumo], mas surgiu, sobretudo na Europa, o sobreendividamento de vários países da zona euro. [Perante isto, os governos voltaram-se para o corte nos défices das contas públicas, levando ao desinvestimento público, ao aumento dos impostos, ao corte nos subsídios, ao desemprego, à recessão]. "O investimento já se ressente e, com ele, o crescimento económico. Nas condições internas de Portugal, pouco pode a economia nacional fazer para contrariar esta tendência. Está à mercê dela. [...] Como se vê, a "secção laranja" do Diário de Notícias continua a tudo fazer para "desculpar" as políticas neoliberais do Governo liderado por Passos Coelho. No tempo de Sócrates, para os candidatos ao "pote", não havia "crise internacional", era tudo por "incompetência do Governo de José Sócrates"... A campanha de ódio e de mentiras contra Sócrates foi tão cega e violenta, que alguns dos candidatos ao "pote" chegaram a pedir "um inquérito para incriminar judicialmente José Sócrates" pela crise em que o país se encontrava... O ódio e a fúria dos inquisidores alcançou uma dimensão paranóica. Hoje, estão a pagar os "pecados" cometidos, batendo com a mão no peito: Amen. Já admitem o efeito de "crise internacional"... Cínicos, hipócritas, mentirosos -- o que queriam era chegar ao "pote".

Os E.U.A estão a arder... No Texas, e depois do furacão Irene ter passado...



publicado por Evaristo Ferreira às 14:44 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds