Quinta-feira, 1 de Setembro de 2011

É uma coisa inacreditável!... O Governo, pela voz do ministro das

Finanças, Vitor Gaspar, apresentou-nos ontem mais uma subida de impostos! Pela terceira vez, tal como se fosse um PEC-3, o Governo aumenta a receita do Estado para equilibrar o défice, pelo lado dos impostos, e pouco ou nada faz pelo lado da despesa. O ministro Gaspar, por este caminho, vai ficar na história como o Cobrador de Fraque do Governo de Passos Coelho. Não há mais paciência para aturar esta gente. Tinham prometido um "corte colossal" nas "gorduras do Estado", e, afinal, agora vieram dizer-nos que isso fica para Outubro, quando apresentarem o Orçamento de Estado para 2012... Este Governo não cumpre com aquilo que promete, falta à palavra dada, mente com todos os dentes. Já há um ano, em plena campanha para o derrube de José Sócrates, Passos Coelho afirmava que sabia como equilibrar as contas do Estado -- sem aumentar impostos, nem cortar no ordenado dos funcionários públicos. Passos Coelho recomendava o corte nas "gorduras do Estado", isto é, cortando na "despesa primária", nos "gastos intermédios", nas Parcerias Público-Privadas, etc. Reduzindo estas "gorduras do Estado", Passos Coelho obtinha um lifting nas contas públicas, qualquer coisa como 2.000 milhões de euros... Passos Coelho disse "nunca aceitar aumento de impostos", e considerava um hipotéctico corte no subsídio de Natal, como um crime que ele nunca cometeria... Afinal este Governo, que diziam ser de "gente competente, honesta e honrada", está a proceder como um "grupo colossal" de mentirosos, de hipócritas, de gente que não honra a palavra dada. O que queriam era chegar ao "pote"...  Permito-me citar aqui o director do Dinheiro Vivo, André Macedo: "Quanto à concretização dos cortes na despesa, nada de substantivo. Teremos de esperar por Outubro. A expectativa cresce. Já deu lugar à impaciência. [Carlos] Gaspar que não nos defraude". 

 

Alberto João Jardim, presidente do Governo Regional da Madeira,

em vilegiatura na ilha do Porto Santo, deu uma entrevista a um canal de televisão. O soba da Madeira -- velhíssimo e empedernido dinossauro da nossa democracia -- falou em directo da praia da Baleeira, de boné no toutiço e de tanga. Para quem o quiz ouvir. O soba acusou a Internacional Socialista e a Maçonaria de terem infiltrado agentes na Troika, que agora andam por aí, a atacar a Madeira, e contando histórias relacionadas com o "buraco" de 500 milhões de euros nas contas do arquipélago... O soba está cada vez mais lunático, paranóico, ridículo, e já não consegue enxergar que, até mesmo dentro do PSD-M, criou anticorpos, que já não têm paciência para aturar as suas diatribes e o seu despotismo. O seu ex-delfim, o presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Albuquerque, é um deles.

Ontem, os vinhateiros do Douro esmagaram as uvas frente à Casa do Douro,

como protesto por excesso de produção. Os foliões de Buñol, arredores de

Valência, esmagam o tomate em plena cidade e divertem-se com "La Tomatina"



publicado por Evaristo Ferreira às 14:40 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds