Terça-feira, 30 de Agosto de 2011

Há mais de ano e meio, já Pedro Passos Coelho andava a reclamar

um corte nas "gorduras do Estado". Até afirmava que tinha uma lista dos "cortes" a efectuar no aparelho de Estado. Volvidos mais de dois meses após a tomada de posse, continuamos a não saber onde vai o Governo de Passos Coelho cortar nas "gorduras do Estado". Sabemos sim, onde já fez cortes, no lado da receita. Subtraiu-nos metade do subsidio de Natal, aumentou o IVA no Gas e Electricidade, os transportes, as taxas moderadoras, etc. Finalmente vamos saber, amanhã, pela voz do ministro das Finanças, Carlos Gaspar, o quanto e aonde vai o Governo efectuar cortar nas "gorduras do Estado", um "corte colossal como nunca se fez neste país nos últimos cinquenta anos". As medidas estão sendo discutidas e serão aprovadas ainda esta tarde. Amanhã, Passos Coelho vai de viagem para encontros bilaterais com Zapatero, Merkel e Sarkozy, enquanto o "professoral" ministro Carlos Gaspar, anunciará ao país, quais as medidas dolorosas que vão ser executadas. Para este acto fúnebre, nada melhor do que um dia cinzento de verão, a prenunciar trovoada ou borrasca, como tem sido o dia de hoje.

 

Ao mesmo tempo que o Governo anuncia o "corte nas gorduras

do Estado", o ministro da Propaganda, Miguel Relvas, continua a criar "grupos de trabalho" e a aumentar o número de colaboradores externos, que já ascende a mais de 500 nomeações. Para a privatização da RTP foram nomeados "especialistas", amigos do PSD, incluindo-se neles o professor João Duque, do ISEG, que tanto se empenhou em chegar ao "pote" do Governo. Para a reconversão do AICEP, foi constituido um "grupo de especialistas" liderado por Jorge Braga de Macedo, ex-ministro de Cavaco Silva, e que ao tempo inventou a ideia do "oásis" lusitano. O Secretário Moedas, supervisiona um conjunto de "30 especialistas" para aconpanhar o programa da troika, cujos salários oscilam entre os 2500 e os 7700 euros. Vai ser criado o Conselho de Finanças, com "20 especialistas", como se não houvesse o Tribunal de Contas. Já se fala em mais um conjunto de "76 especialistas" para avaliar candidatos aos "cargos de chefia do Estado". A ministra da Lavoura, Assunção Cristas, vai nomear "especialistas" para acompanhar a extinção da Parque Expo, para reverter o Arco Ribeirinho do Tejo, etc. Como se vê, as nomeações de boys e girls, não pára. Embora se diga que nalguns casos vão trabalhar em regime pro bono, a verdade é que, assim, com tanta nomeação de "especialistas", a "gordura do Estado" vai continuar a subir. Aguardemos pelas novidades que o ministro das Finanças, Carlos Gaspar, tem para nos dar, amanhã de manhã.



publicado por Evaristo Ferreira às 16:16 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds