Quarta-feira, 17 de Agosto de 2011

O comportamento da economia nacional no segundo trimestre do

ano, mais a descida de tres décimas no desemprego, estão a suscitar interesse nalguns sectores financeiros europeus. Para o Financial Times, o resultado do último trimestre, "foi uma agradável surpresa a nível europeu", e leva isso à conta do actual Governo, tal como ontem foi dito e redito por Miguel Relvas. Claro que o resultado do segundo trimestre se deve à acção do Governo de José Sócrates, e não de Passos Coelho. Eu percebo o êrro deliberado dos neoliberais do FT, mas não aceito a "mentira saloia" de Miguel Relvas, quando diz que isso mostra como o actual Governo está no bom caminho...

 

É preciso lembrar que os neoliberais, dirigidos por Passos Coelho,

apenas começaram a governar com efeitos a partir de Julho, e com resultados recessivos à posteriori, por efeito do corte no subsídio de Natal, no aumento dos transportes, na subida do IVA para o gas e para a electricidade. Esta política é de recessão e não de expansão. De resto, até agora, ainda não foi tomada uma única medida destinada a ter efeitos no crescimento da economia. Quanto às exportações, apenas sei que o actual inquilino do Palácio das Necessidades, Paulo Portas, foi a Luanda "vender" o BPN por 40 milhões, mas com um prémio de 552 milhões. Não se conhece o que foi fazer a Maputo, nem tão pouco o que o levou a Brasília. Se as exportações continuam a subir, isso deve-se exclusivamente ao empenho de José Sócrates, que muito fez para aumentar o volume das exportações, para novos mercados, como a China, a Índia, o Brasil, Angola e a Venezuela. Curiosamente, tivemos hoje notícia de que, Hugo Chaves (o amigo de Sócrates, e de Portugal), já desbloqueou a compra de 2 navios asfalteiros, no montante de 130 milhões, salvando da falência, os ENVC. Sócrates chegou a promover a venda do PC Magalhães numa reunião dos países ibero-americanos. A direita fez chalaça, dizendo que Sócrates andava armado em vendedor. Vender, é a missão da diplomacia dos EUA, da Alemanha, da Inglaterra, da China... E o que é que faz o actual Governo para aumentar as exportações? Nada. Ainda não tem uma "diplomacia de vendas". Quanto ao ministro da Economia, o Àlvaro [dos Santos Pereira], tambem nada tem feito, excepto recomendar aos artesãos que coloquem a marca "Made in Portugal" nos artefactos que fabricam. Diga-se ainda, que o Álvaro foi esta manhã até Madrid, para desistir do TGV, mas veio agora dizer que essa ideia ficou adiada para Outubro... Ou eu me engano, ou o ministro Álvaro foi convencido a andar de TGV, para que Portugal não fique ainda mais periférico...



publicado por Evaristo Ferreira às 15:11 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds