Terça-feira, 26 de Julho de 2011

Já há sinais da "mudança" apregoada por Pedro Passos Coelho...

Refiro-me à execução do programa da troika e, naturalmente, à execução do modelo neoliberal aplicado à governação do país. Isto nada tem a ver com o "arranque" da economia portuguesa, que continua a afundar-se, até finais de 2012, pelo menos. Refiro-me à ebulição ministerial que, finalmente, começa a arrancar, depois de um mês inteiro a aquecer os motores. O ministro que tem estado mais ativo é Carlos Gaspar, o super-ministro das Finanças. Quanto ao ministro Álvaro, da economia, ainda pouco se conhece do seu trabalho. Apareceu na FIL, para recomendar o uso da marca Made in Portugal em todas as peças de artesanto fabricadas pelos nossos artesãos... O "calmo" ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, em vilegiatura estival, passou por Luanda, foi a Maputo e agora vai ao Brasil. A "guerra" da governação passa-lhe ao lado. Essa questão é para a super-ministra da Lavoura, Assunção Cristas, que ordenou aos seus funcionários a utilização do estilo casual, sem gravata nem espartilhos. Já o ministro Mota Soares, o da Vespa, acomodou-se ao BMW do ministério da Solidariedade Social, e, embora nada se saiba, parece que está a "cortar" em tudo o que é "subsídios" e "apoios sociais". No meio desta engrenagem, apareceu agora o ministro da Saúde, Paulo Macedo, que estava a banhos, mas resolveu adiar as férias para mais tarde, a fim de poder tratar-nos da saúde... Medidas de fundo: entrega da gestão dos hospitais públicos ao "mercado da saúde", para cuidarem dos doentes do SNS.

 

Este Governo é apoiado por uma  larga maioria de instituições.

Este Governo é o "ai Jesus" do Presidente Cavaco Silva, é louvado pelo Professor Martelo, pelos "comentadores" de serviço nas tevês, jornais, rádios e fóruns. Até Dom Policarpo, apoia as medidas tomadas por este Governo, pois afirmou que o corte no subsídio de Natal é justo... Portanto, o primeiro-ministro Passos Coelho, para além do apoio do grande capital, dos empresários e dos neoliberais, tem o apoio da Igreja e do Presidente da República -- que sempre foi "isento, imparcial e homem de palavra". Como disse o claravidente Professor Marcelo, aquando do downgrade feito pela Moddy's à República Portuguesa, "Portugal foi utilizado para chegar à Grécia", mas agora que a Grécia foi salva, com o alargamento do prazo da dívida e com juros mais baixos, na ordem dos 3,5% -- e que, indirectamente beneficiou Portugal -- já diz que tudo se conjuga para o Governo de Passos Coelho se manter em exercício até ao fim desta legislatura. Assim seja. O que falta saber é: com que sacrifícios dos portugueses! E conseguirá ele pôr a economia a crescer?  Vamos ver, pois "há quatro anos, começou nos EUA, a crise financeira que ainda hoje nos atormenta" -- confessou Marques Mendes. Bravo! Finalmente os "senadores" do PSD admitem que houve uma "crise internacional", que afectou Portugal e a Europa!



publicado por Evaristo Ferreira às 16:05 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds