Quinta-feira, 21 de Julho de 2011

Pedro Passos Coelho rejeitou o PEC-4 por estar farto de dar apoio

ao  Governo de José Sócrates, e alegando que este não conseguia controlar as contas do Estado, pelo que -- dizia -- a melhor solução para o país era dar a palavra ao povo, convovando eleições. Passos Coelho ganhou a aposta, e as eleições. Tres meses depois do chumbo do PEC-4, e tendo um programa da troika, feito na base do PEC-4, Passos Coelho vem agora dizer que em Agosto vai preparar o PEC-5... Ainda o Governo não cumpriu um trimestre de actividade, e vamos já caminhar para o PEC-5. Depois do propalado "desvio colossal", que tanta tinta fez correr, Passos Coelho vem agora anunciar o PEC-5 para "acomodar" os 12.000 milhões destinados à recapitalização da banca portuguesa. Isto é apenas um jogo de rins. Não saberemos o que "vai na cabeça" do primeiro-ministro. Depois de cancelar a nomeação de um Secretário de Estado, só porque uma pseudo-jornalista lhe bufou intrigas por SMS, já nada de sério e de transparente há a esperar de Passos Coelho. Bem prega frei Tomás...

 

O Governo neo-liberal, conduzido por Passos Coelho, continua à

procura dos remos para zarpar com o barco (o país) do cais onde encalhou. Enquanto não se faz ao mar alto, o Governo vai carregando o barco com meios de sobrevivência e alguns "comissários" de bordo. Hoje ficámos a saber que o enjoado Nogueira Leite, vai ser nomeado para o cargo de vice-presidente da Caixa Geral de Depósitos. Mais um "tacho" para um dos boys que andou a meter na "cabeça" de Passos Coelho as receitas neo-liberais para "mudar" Portugal. Se o anafado Nogueira Leite preencher o lugar de vice, durante 19 meses, poderá ficar a receber 18.000 euros de pensão... Tal como aconteceu com o ora "banqueiro" Mira Amaral... 18.000 euros de pensão por 19 meses de "trabalho" na CGD. Esta gente conhece bem as agruras da crise... Embora o barco do Governo esteja "encalhado" no cais, o ministro Álvaro anunciou hoje um aumento de 15% nos transportes públicos... Justamente quando a CML tinha em curso a campanha "Vá de transportes Públicos".

 

O PCP reclamou pela presença do ministro da Saúde, Paulo Macedo,

na Assembleia da República para explicar as medidas já tomadas no seu ministério. O PSD respondeu à boa maneira dos Governos com maioria: rejeitou a audição. Lá vão os dias em que a Santa Aliança governava, contra o Governo de José Sócrates. Agora o PCP e o BE começam a contar, a contar, e vêem tudo cada vez mais sinistro.

 

 

 



publicado por Evaristo Ferreira às 14:58 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds