Terça-feira, 19 de Julho de 2011

Na Europa a chanceler Angela Merkel, a dois dias da cimeira sobre

o futuro da Grécia, vai dizendo que "o problema do euro não se resolve numa reunião", prenunciando mais um fracasso quanto aos resultados da próxima Cimeira. Por cá, Cavaco Silva apela a "um esforço duro, capaz de resolver os problemas da Zona Euro", diligência esta nunca vista nem ouvida durante o Governo de Sócrates. quando Cavaco Silva assobiava para o lado e fingia que nada era com ele. Agora esforça-se  por fazer ouvir-se lá fora, convencido de que pode salvar a Nação. Mas o que Cavaco Silva diz não tem efeitos "lá fora". Afiançaram-nos, durante a campanha eleitoral, que um Governo de maioria PSD/CDS, iria credibilizar o país, colocando os juros da dívida abaixo dos 7%, e fazendo com que os "mercados acalmassem", assim como as agências de rating... É o que temos visto: os juros da dívida a 3 anos atingiram hoje os 20%, a Moody's desceu o rating da República para "junk" (lixo), levando, por arrasto, a banca, as PPP e as empresas públicas. Para piorar mais a vida dos portugueses, o primeiro-ministro Passos Coelho mete-nos a mão ao bolso e leva-mos metade do subsídio de Natal... E não vemos melhoras, não vemos decisões nem uma réstea de esperança.

 

No meio de toda esta pasmaceira, o Presidente da República, que

não é alheio a compadrios, nomeou ontem a Velha Senhora (Manuela Ferreira Leite), como chanceler do Conselho das Ordens Nacionais. Ferreira Leite já havia sido condecorada por Cavaco Silva, com a Grã-Cruz da Ordem de Cristo, no dia 10 de Junho. É caso para perguntar: que missões relevantes desempenhou Ferreira Leite ao serviço do seu país? Foi ministra das Finanças, fez parte dos governos de Cavaco Silva, fez-se notar durante a campanha eleitoral de Cavaco à Presidência. Tudo isto é pouco relevante. Mas em política a lealdade, o apoio e a consonância de ideias são pontos que contam para se poder ser medalhado. Quanto ao posto de "Chanceler" devo dizer que me causa alguns arrepios, e confusão de espírito. Sempre que oiço falar de "chanceler" vem-me à memória não só a senhora Merkel, mas tambem todo o germanismo que a palavra encerra.



publicado por Evaristo Ferreira às 16:09 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds