Segunda-feira, 4 de Julho de 2011

O Programa de Governo foi aprovado, sen contestação. A oposição,

não criou obstáculos à "vaga de fundo" do neo-liberalismo lusitano. Da parte do PS, como signatário da Troika, não era de esperar mais daquilo que foi dito, mas do BE e do PCP, era de esperar contestação às politicas deste Governo, com pedidos de esclarecimento ou recusa das mesmas. Até me interroguei se a "Santa Aliança" não estaria para durar. Convém lembrar que o PCP e o BE se aliaram à direita para derrubar o Governo de José Sócrates. Os bloquistas até se anteciparam ao PCP, apresentando uma moção de censura, que nem chegou a ser votada. Todavia, nos próximos tempos, creio que não é possivel a extrema-esquerda aliar-se ao PSD/PPD e CDS/PP para votar as políticas deste Governo neo-liberal.

 

No meu desconforto político, sinto a tormenta que se avizinha,

mas não posso prever a data para a chegada da tempestade. Nesta altura, uma parte dos portuguses foram de férias, e outra parte ainda aguarda pelos exames dos filhos. Daqui a pouco vamos entrar na silly season, quando chegar Julho e Agosto. Nessa altura, a classe política vai a banhos. Esse é o tempo dos deputados, funcionários públicos e do povinho em geral, ir para o sotavento algarvio. Com eles irá tambem uma raça de gente que dá pelos nomes de "analistas", "comentadores políticos", opinion makers. São os "papagaios palradores", que vão criar cenários políticos, tecer intrigas, falar de coisas disparatadas. Enquanto isso, o XIX Governo limita-se a tomar duches matinais, e legislar a torto e a direito... na ausência do Zé Povinho que, no regresso de férias, vai ficar atordoado com a série de "mudanças" e novos impostos criados pelo neo-liberalismo.

 

Há um facto que me intriga imenso. Trata-se da opção feita pela

maioria dos ministros deste Governo. Não compreendo como é que "pessoas independentes" como o ministro da Economia -- your name is Álvaro -- que vivia no Canadá, onde teria uma remuneração mensal de uns 25/30 mil dólares, usufruiria de mordomias extraordinárias -- como académico -- e tinha tempo para a familia e para "escrever livros" sobre Portugal, deixou para trás tudo isso e veio para aqui (para a choldra queirosiana), ganhar uns 5.700 euros como ministro!... Isto não lembra ao careca. Espírito de missão! -- dirão alguns. Não acredito nisso, Veja-se o caso de Fernando Nobre: este sim, era um verdadeiro "missionário", muito embora tenha confessado que "ganhava mais numa operação à próstata" do que num mês como como presidente da Assembleia da República. Mas foi-se embora, burrifou-se para quem o elegeu.. Para ele, só a presidência da AR seria um cargo digno do seu espírito missionário. Quanto ao ministro Álvaro, só tenho dúvidas. É um caso para acompanhar.

Confesso: há qualquer coisa de muito estranho neste Governo. A seu tempo veremos. Ou nos saiem oportunistas, ou apenas "viradeiros" de regime, e incompetentes na sua acção ministerial.  

 

 

 



publicado por Evaristo Ferreira às 14:46 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds