Terça-feira, 24 de Maio de 2011

Na luta pela vitória eleitoral, até os "senhores da verdade" mentem.

Ontem foi Passos Coelho a "mentir", acusando o PS de estar a esconder nomeações para cargos politicos, quando na "verdade", o Governo em gestão, tinha tomada essa precaução, usando como filtro o Diário da República: a nomeação só é válida, após publicação no DR, não sendo assim, a nomeação não existe. Ponto. Mas Passos Coelho -- que tem um um "serviço de informação" em todos os jornais, incluindo o DR --  fez campanha contra Sócrates, dizendo que o Governo estava a "esconder nomeações". Nesta ânsia de acusações, neste zelo contra Sócrates, Passos Coelho tornou-se o principal "mentiroso", como já vai sendo hábito. A estratégia da "mentira" e da "honestidade", já vem do tempo da Velha Senhora. O PSD fez da "mentira", da "asfixia democrática" e das" escutas a Belém", a vulgata das suas campanhas eleitorais contra Sócrates. A pouco e pouco, esta vulgata vai perdendo credibilidade, e acabará por se tornar o "calcanhar de Áquiles" do PSD.

 

O videirinho mais "mentiroso" do PSD, é o Professor Marcelo. Nas

suas missas dominicais, consagradas na TVI, Marcelo -- talvez pelo hábito de leitura na diagonal -- distorce, retorce e treslê, tudo enviesado, sempre no intuito de beneficiar o PSD, de quem ainda depende para ser candidato a Belém. Outro "mentiroso" empedernido -- que acusou Sócrates de ser o culpado "desta crise" e pela falência do Lehman Brothers -- é o "avôzinho" Catroga, émulo do cartoon Mr. Magoo. Catroga carregou no acelarador das "mentiras", enquanto esteve de faxina à troika, dirigindo cartas ao Governo e bilhetinhos ao chefe do FMI. Catroga tornou-se especialista em pentelhos, acabando por ser apodado de escatológico, e metido num avião para Copacabana, a fim de dormir descansado. Mas Mr. Magoo não é ensonado nem onírico. Ele é frenético e pantomineiro. Já regressou. Esteve ontém nos 100 anos do ISEG, onde escoiceou contra o PS e aqueles que sonham. Ele anda por aí, mas ainda não fez arruadas com Passos Coelho, por inconveniente. Outro "mentiroso" é o senhor Nogueira Leite. Fala enfatuado, como quem sofre de flatulência, discorre no Económico, atira uns bitaites, e hoje veio afirmar que não quer estar num governo liderado por Passos Coelho... Nogueira Leite é rábi, mestre de loja, não se mistura com neófitos...

 

Vivemos um tempo de esquizofrenia política, de canseira verbal.

O tempo começa a mostrar os efeitos da visibilidade e do desgaste a que estão sujeitos os políticos. A menos que aconteça um percalço durante esta campanha eleitoral, tudo se encaminha para a "mudança". É triste ver como foi superado o défice de 2004, herdado do PSD, e tinhamos a economia a crescer 2,7% em 2007... Tudo corria bem, até chegar a falência do Lehman Brothers, e, com ele a crise financeira do sub-prime... Com a UE à deriva, com a crise do euro e a hipotética "re-estruturação da dívida grega", temos à nossa frente um período de 3/5 anos de profunda recessão económica. Assim, não vai ser nada fácil governar. O povo tem esperança, mas vai ainda sofrer mais. Com o neo-liberalismo à porta, o nosso futuro não vai ser risonho.

 



publicado por Evaristo Ferreira às 15:26 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds