Sexta-feira, 29 de Abril de 2011

Miguel Relvas, o secretário-geral do PSD, continua a dizer e a fazer

o que Pedro Passos Coelho já deixou de praticar e proferir, ou seja, não irritar Sócrates por forma a não inviabilizar um acordo de Governo. Depois do elogio recebido de Mário Soares, Passos Coelho parece estar agora a assumir o papel de "homem de Estado". Só que, o comportamento de Miguel Relvas, não só contrasta com a atitude de responsabilidade de Passos Coelho, como é prejudicial à imagem do líder social-democrata. Miguel Relvas tem um discurso trauliteiro, desafiador, como se fosse um cantor hard-rock, ou o mastim de guarda ao seu amo. Ontem veio dizer que "ainda há uma parte do eleitorado que quer ser enganada" (este discurso lembra o mefistofélico Vasco Graça Moura, quando escreveu que o "nosso eleitorado é estúpido", votou nesta "merda"). Quer dizer, o povo é burro, porque não vota PSD!

 

Paulo Portas, que já foi chefe do "partido taxi", vem agora dizer que quer ser primeiro-ministro de Portugal. Não vejo como poderá ele alcançar tão estranho target, pois 10 ou 11 por cento de score eleitoral não é o bastante para chegar a primeiro-ministro. Enfim, ele lá sabe com que armas vai disputar as eleições; se conta com um milagre da "santinha" ou com a ajuda dos ex-combatentes do ultramar. Talvez vá enfunar com os dois submarinos da Armada, ou com os Pandur do Exército, que metem água e custaram uma pipa de massa.

 

Para "enxofrar" aqueles que acusam Sócrates "por nada ter feito" nestes seis anos, deixo aqui dois exemplos de como o ensino cientifico mudou, para melhor, e mostra que Portugal tem futuro, tem gente de muito valor. (I) "Investigadores do Instituto Gulbenkian de Ciência, resolvem mistério de doença que impede a malária". (II) "Fundação de Bill Gates aposta em investigação portuguesa", através da Faculdade de Farmácia e do Instituto de Medicina Molecular, para o desenvolvimento de nanoparticulas com propriedades terapêuticas que podem conduzir à cura do vírus da SIDA. Este projecto foi um dos 88 selecionados entre 2.500 apresentados a concurso.

Em adenda a esta notícia, fica registado que o Tribunal Constitucional não aceitou a "revogação da avaliação de professores", proposta à sucapa pelos partidos da oposição, nas últimas horas antes da dissolução da Assembleia da República. O PS fez muito pelo ensino científico.



publicado por Evaristo Ferreira às 15:08 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds