Sexta-feira, 1 de Abril de 2011

Passada uma semana após o chumbo do PEC IV na Assembleia da República, com os votos de toda a oposição - levando à queda do Governo - as famílias portuguesas continuam a penar, e o país sofreu os mais altos downgrades em todos os sectores da economia e das finanças. Os juros da dívida sobem cosntantemente, a República tem agora menos crédito, a banca foi penalizada com a descida do nível no rating a rasar o "lixo", e as empresas do PSI20 foram desvalorizadas nas suas cotações. O país ficou desfalcado em milhões de euros, tudo por causa da irresponsabilidade da oposição e do Presidente da República, que poderia ter evitado este crime de lesa pátria cometido no momento em que o Governo tinha acertado um pacote de medidas com Bruxelas, para estancar a soberba dos "mercados" e evitar as "receitas" do FMI. A ânsia daqueles que querem chegar à mesa do poder, levou a este desvario. Não pensaram nos risco que iria afectar o país. Agora todos eles estão satisfeitos, por poderem jogar na rifa das eleições, confiantes de que vão governar (e governar-se), mas o país ficou ainda mais endividado e assistimos agora ao chôro dos arrependidos, que clamam ao Governo para governar, e para pedir ajuda ao FMI... Esta gente não tem vergonha, sentido de honra, nem de ética ao mandar o governo governar e fazer acordos internacionais... Até esquecem que o Governo está em "gestão corrente", que nenhum ministro tem crédito para negociar com a União Europeia aquilo que foi rejeitado na AR pela oposição... O PSD implora para que o Governo de "gestão corrente" peça ajuda ao FMI. O PSD não quer assumir, mais tarde, o ónus desse encargo, por isso apela agora ao PS para o fazer... Mais tarde sempre poderá dizer que a crueza das medidas tomadas, são culpa do FMI, são do PS que chamou o FMI para fazer aquilo que o Governo não foi capaz de fazer...

Como se vê, a "agenda" do PSD está a funcionar, com a aceitação de Cavaco Silva.  Passos Coelho vai chamar para o seu Governo os "senadores do PSD", gente ligada ao "cavaquismo" e que está fora do poder há mais de 15 anos. Não há almoços grátis...

José Sócrates e Teixeira dos Santos têm razão para estarem ofendidos com esta gente. Agora querem fazer deles "moços de recados".

 Desde 27 de Setembro de 2009 que não podem ver nem ouvir falar de Sócrates. O azeite e o vinagre vão manter-se separados. Os que fizeram campanha com a palavra "verdade" -- mas que sempre falaram em "mentiras" -- serão avaliados em 5 de Junho.



publicado por Evaristo Ferreira às 14:56 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds