Sexta-feira, 25 de Março de 2011

Os boys, as girls, os barões e as baronesas do PSD estão animados. Enquanto o país está a penar, desorientado e sem rumo, a malta do PSD anda frenética, convencida de que vai ganhar as eleições, esperançada de que, finalmente, vai chegar á mesa do poder. Mas tambem há os que, nesta hora, já avaliaram o impacto negativo causado ao país pela recusa do PSD em aceitar o PEC IV. As agências de rating baixaram a notação da dívida, os juros desta continuam a subir, a banca e as empresas não conseguem arranjar dinheiro, o ING -- grande banco de investimento holandês -- classifica a nossa dívida de "lixo" e afirma que Portugal não vai conseguir financiar-se nos mercados da dívida. É o descalabro total, tres dias depois da rejeição do PEC IV na Assembleia da República. Marcelo Rebelo de Sousa lamenta, o independente Campos e Cunha chora, Santana Lopes arrepia-se, e António Carrapatoso anda a fazer serão até Desatar o Nó da economia... Em sentido contrário estão Angelo Correia, o "rasteirista" António Capucho, Marques Mendes (o da Granda Nóia), o edil viseense Fernando Ruas -- que recomendou "correr com eles à pedrada"--, e o choramingas do "Senhor de Gaia", Filipe de Menezes. Com toda esta baronia, o Senhor dos Passos vai ter uma vida difícil, podendo deixar-se ultrapassar por qualquer outro, seja ele boy ou barão do PSD. Quanto a Passos Coelho, bastou ir a Berlim para entrar em contradições desarmantes, desiludindo o Eurogrupo, Merkel, Trichet e Durão Barroso. Mas lá se comprometeu a cumprir o défice, com ou sem aumento do IVA, ele, que em 2010 lançou uma oeuvre política intitulada MUDAR, onde afirma que nunca aumentará impostos... Mas já ontem disse que pensa em aumentar o IVA... Mentiroso! Onde está a "política de verdade", inventada pela Velha Senhora e cultivada por Cavaco Silva, o Presidente da gente do PSD e mais uns outros, com ou sem partido? No meio desta cena de comédia, na sede do PSD, um tal Carlos Moedas, conselheiro em assuntos económicos de Passos Coelho, ainda tentou deitar poeira para os olhos de todos nós, ao negar o que disse Passos em Bruxelas. O conselheiro Moedas contorceu-se todo para dar o dito por não dito (de Coelho), mas, apesar de ser Moedas, não foi capaz de explicar, por trocos miúdos, o deslize cometido pelo chefe em Bruxelas. Conselheiros assim, não servem a ninguem. Vamos entrar na Pascuela, depois vem a sexta-feira de Paixão, e a seguir a Via Sacra... Todos nós vamos passar a sofrer, mais.



publicado por Evaristo Ferreira às 14:57 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds