Terça-feira, 8 de Março de 2011

Não sou pessoa de acreditar em teorias de conspiração, mas no que se refere ao enfraquecimento do Euro, começo a ficar com muitas dúvidas. Estou quase a acreditar que existe uma conspiração contra a moeda única europeia. Há cerca de um ano, os gurus da advinhação sobre o futuro da crise financeira, falavam muito sobre a hipotética saída do Euro de países como a Grécia, Portugal, Irlanda e Espanha. Entre os "oráculos da desgraça" estavam Nouriel Roubini, Stiglitz, Axel Weber, etc. Agora, os coveiros de serviço, são as agências de rating, que "desvalorizam" países com défices altos, bancos sem dinheiro, dívidas soberanas, etc. Ontem a Moody's baixou o rating da Grécia em dois pontos. Resultado, o estado helénico pagava juros de 11,37 por cento para se financiar, e hoje os juros subiram para os 13,00 por cento... Quer dizer, se o doente não morre da doença, acaba por morrer da cura... A Grécia, antes de ser "socorrida" pelo FMI, era aconselhada pelos "oráculos da desgraça" a sair do Euro. Com a Irlanda passa-se outro tanto: pediu ajuda ao FMI e está a pagar juros de 9,75 por cento... Portugal tomou medidas adequadas, e dolorosas para os funcionários públicos, não precisa do FMI, mas os "coveiros do Euro", insistem em que apelemos ao FMI, já que os juros estão a 7,54 por cento. Veremos quanto vamos pagar amanhã, quarta-feira, quando o Tesouro vai colocar dívida nos "mercados". Com os juros a subir e as agências de rating a empurrar-nos para o abismo, ameaçando com mais descidas no rating da dívida portuguesa, nos bancos e empresas públicas, tudo me convence que Portugal é "campo de batalha" na luta contra o Euro. Como se isto não bastasse, o BCE, pela voz do seu governador, senhor Trichet, anunciou no dia 3 que vai subir a taxa de referência, para combater a inflação... prejudicando os consumidores, as famílias endividadas, com o crédito à habitação a subir. Uma semana depois, vêm agora os "oráculos da desgraça" coroborar as medidas de Trichet, exigindo que suba as taxas de referência 3 ou 4 vezes este ano... Está tudo louco, ou tudo se enquadra para acabar com a moeda única. As reuniões do Eurogrupo, dia 11, e dos 27 países a 24 e 25 deste mês, vão mostrar se a UE está interessada em defender o Euro ou se vai dar sinais aos "oráculos da desgraça" de que não "percebe" o que está a acontecer.

Depois das últimas subidas, o euro voltou a cair hoje, por efeito da Grécia.

 



publicado por Evaristo Ferreira às 15:07 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds