Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2011

O mundo árabe caminha para a mudança. As novas tecnologias ajudam à libertação dos povos oprimidos, e os jovens islâmicos, que procuram a democracia política e a liberdade de escolha, estão dispostos a recuperar do atraso em que têm vivido. Querem sair do século XV da sua história para entrarem no século XXI da era cristã. O mundo torna-se, assim, mais uniforme, mais seguro, menos desigual. Mas, até agora, só estão a lutar pelos seus anseios, vamos esperar e ver se conseguem sair da cápsula em que têm vivido. Na luta pela liberdade e a mudança, os povos do Magrebe levam vantagen sobre os outros. Se estes conseguirem derrubar os muros e passar para fora da almedina, a "revolução jasmiana" poderá estender-se não só a África e ao Médio Oriente, mas tambem à Indonésia. Para o Ocidente, este movimento de libertação vai sair caro, acarretando instabilidade nos mercados petrolíferos, gas, matérias primas e produtos alimentares. O Ocidente ainda não saiu de uma crise financeira e económica global -- originada nos States -- e já tem outtra em desenvolvimento, com origem na subida dos preços petrolíferos. Vivemos um tempo de mudanças bruscas, um tempo em que tudo corre velozmente, causando distúrbios nas cidades e turbulência nos mercados das matérias primas. Nada se faz sem esforço, nada se produz sem planeamento, mas tudo se exige com brevidade... Quando a panela começa a ferver, é preciso aliviar a tampa, senão pode explodir. Quando se teima em apertar a tampa, para não sair o vapôr, dá-se uma explosão [de ira, raiva, ódio] e instala-se o cáos e a desordem, sempre que os efeitos da explosão não são reparados em devido tempo. A diplomacia ocidental deve estar atenta às mudanças em curso no mundo árabe, e preparar-se para rectificar o rumo da acção até agora desenvolvida. Para não gerar mais conflitos, e ajudar os países em mudança na resolução dos problemas emergentes.

O poder corrompe, leva esta gente a julgar-se como um deus. Acabam por não se respeitar a eles e por perder o respeito pelos "irmãos" que dizem defender e amar. Matam, deixam de ter respeito pela vida humana. Este, é mais um que quer ser´"mártir", nem que, para tanto, tenha que matar centenas ou milhares dos seus concidadãos. 



publicado por Evaristo Ferreira às 15:10 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds