Quarta-feira, 9 de Janeiro de 2013

No que respeita a "trapalhadas" este Governo de PEDRO Passos Coelho já

ultrapassou em muito o governo de PEDRO Santana Lopes. Não se passa um dia em que não sejamos confrontados com uma trapalhada. Neste início do ano tem sido por demais. E são trapalhadas com impacto na economia, no emprego e na cobrança de impostos. Desde a apresentação do OE-2013, em Outubro, que o Governo não acautelou a execução de alguns procedimentos, nomeadamente as novas tabelas do IRS, a inclusão dos duodécimos referentes aos subsídios de Natal e férias a pagar com os ordenados ou as pensões, e a prevenção da consequente subida nos escalões do IRS.  Neste momento a maioria das empresas está a preparar-se para processar os ordenados de Janeiro, e o Governo nem sequer publicou a tabela dos novos escalões de IRS. Por outro lado, com a inclusão de duodécimos na lista dos ordenados a pagar, as empresas são confrontadas com a subida de custos para os quais falta dinheiro em tesouraria. Mas para o Governo, tudo isto são pinuts. Complicam e baralham as regras, e obrigam as empresas a dispender mais dinheiro, sem que entretanto lhes tenha sido apresentadas as novas tabelas do IRS. Tres meses após a apresentação do OE-2013. Esta é uma das maiores trapalhadas até agora cometidas pelo executivo de Passos Coelho. Para "rasurar" o efeito desta trapalhada, fomos hoje surpreendidos com a Lista de Cortes apresentada ao Governo pelo FMI. Não sei quem encomendou o disparate, se foi o Governo -- para daí lavar as mãos -- se foi uma "agência de contra-informação" que serviu este "prato" destinado a esquecer a grande trapalhada das tabelas do IRS. Sei que o primeiro-ministro vai explicar ao país, pelas 16,00 horas, a sua opinião sobre o "recado" enviado pelo FMI. Até agora, o impacto na opinião pública, foi fortíssimo. Todos os comentadores são unânimes numa coisa: a intromissão do FMI na reforma do Estado português, representa uma ingerência inadmissível. Embora se trate de dar uma ajudinha a Passos Coelho, o primeiro-ministro tem de explicar se foi ele que pediu este "foguetório", ou se foi qualquer outro agente ao seu serviço, nomeadamente o ministro-sombra António Borges, ex-funcionário do FMI para a Europa. Esta gente tem um objectivo: refundar o Estado -- ainda que não tenha sido eleita para tal fim.

Este Governo sempre foi contumaz nas trapalhadas, até na escolha dos seus serventuários.

Quem não se lembra do Catroga dos "pentelhos", que sacou uma foto para o seu telemovel

no acto da assinatura do acordo com a Troika, para mostrar serviço a Passos Coelho, que lhe

agradeceu, oferecendo-lhe um lugar à mesa da EDP, com um salários de 648 mil euros anuais.



publicado por Evaristo Ferreira às 15:51 | link do post | comentar

1 comentário:
De Francisco Clamote a 9 de Janeiro de 2013 às 22:18
Se fossem só trapalhadas ainda era como o outro. Estes gajos estão é a arruinar o país.
É claro, amigo Evaristo Ferreira, que foi o Coelho quem pediu o servicinho à rapaziada do FMI, servicinho que serve às mil maravilhas para o Coelho se esconder por detrás das resmas de papel. Esconder é, aliás, um verbo que ele conjuga excelentemente, como uma vez mais se viu: não foi ele quem veio dar explicações sobre o relatório. Foi o puto do Moedas.
Abraço.


Comentar post

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds