Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2012

Neste fim de ano terrível o Pai Natal colocou no sapatinho dos portugueses

as histórias de torna viagem de um aventureiro que dá pelo nome de Artur Baptista da Silva (ABS). Entre as cenas de estupefação, hilariedade e de indignação, vindas de diversos sectores da vida nacional, em desabono do sujeito ABS, tivemos ainda a acusação feita ao farsante, que foi rotulado como um "grande burlão". A mim já nada me surpreende, neste país de burlões. Depois do Alves dos Reis, do Vale e Azevedo, do Duarte Lima, e do bando que "assaltou" o BPN, sinceramente, já nada me surpreende. Trata-se de gente "honrada", que não o sendo, comete as maiores patifarias, mente com todos os dentes, e pensa que, para os outros serem tão honestos quanto eles são, têm estes que nascer duas vezes. Depois de ver gente sem carácter, como é o "licenciado" Miguel Relvas -- braço direito de Passos Coelho -- e do mentiroso-mor (nosso actual primeiro-ministro), sinceramente, já nada me surpreende. Já nem o líder do Partido do Contribuinte me causa asco, quando leio que este senhorito, mos últimos 15 meses, esteve ausente do país, em viagens pelo estrangeiro, durante 57 dias, ou seja, "passou três vezes mais tempo a vender o país fora do velho continente do que na Europa". Em minha opinião, esta ausência, deve-se mais à necessidade de Paulo Portas marcar falta nos actos de governação (nos cortes sociais e no aumento de impostos), para mais tarde recordar: eu não consto dessa fotografia, essa não é aminha praia. Com gente desta, sem honorabilidade, sem experiência governativa, sem sensibilidade social, sem uma visão para o país, que só cuida dos "mercados" e executa as ordens vindas de Berlim, este meu país está transformado num inferno de belzebus. Até o ministro da Defesa, que me parecia ter tino, está a descambar para o lado dos burlões. O ministro Aguiar Branco, coloca as tropas em parada, e faz-se, estrada fora, até ao Porto, para despachar o expediente do seu escritório de advogados, que está a engordar, agora que tem o branch da Cuatrocasas, o maior escritório de advogados do país vizinho. É assim, os nossos governantes deixam a Troika governar o país, e eles, governam-se, dilatando o ramo dos seus negócios pessoais. Este bando de patrioteiros, que se apresenta com o pin da bandeira portuguesa na lapela, está a conduzir o país para a ruina, enquanto se cuidam, enquanto se promovem. Este é o país do pedrofacebook, que hoje tripudia com a vida dos portugueses e no dia seguinte aparece no Facebook a condoer-se por ter agredido e desfeiteado a vida a milhares de portugueses. Isto é uma farsa. Não admira pois que os pedros, os relvas, os silvas e afins continuem a pulular neste país. O burlão ABS não é mais nem menos do que estes aldrabões. É igual. São todos formatados, e têm selo de garantia daquilo que sabem fazer: burlar os outros.

(Cartoon publicado no Jornal de Angola).



publicado por Evaristo Ferreira às 14:49 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds