Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2012

Os portugueses desesperam com a crise, mas o pior está para vir, em 2013.

Até agora, a Troika e o Governo, têm-se preocupado apenas com a redução do défice das contas públicas. Nem a Troika nem o Governo se lembrou do efeito da deflação causado pela queda geral dos preços na economia. Em 2011 o Governo arrecadou 2,700 mil milhões com a venda da EDP, cujo valor se destinava a reduzir a dívida em 1,6%. Um ano depois, por efeito da deflação dos preços, a dívida pública subiu mais 2,5 pontos aumentanddo o rácio da mesma. Convém lembrar que o rácio da dívida é calculado (grosso modo) dividindo a dívida pelo PIB nominal. O Governo no início do ano previu um deflator do PIB de 1,7%, mas depois, em Setembro, o INE acabou por rever em baixa para 0,3%, donde resultou um corte de 2.000 mil milhões de euros no PIB nominal, aumentando em 2,5% a dívida nacional. Como a OCDE prevê um deflator negativo para este ano, a dívida pública vai subir mais umas décimas. Bem pode o Governo remediar este descalabro financeiro com o montante da receita de privatização da ANA. A deflação causada pela descida dos preços (excluido o aumento do IVA), vai conduzir o rácio da dívida para os 124% em 2014. No entanto a Troika já havia apontado para 110%, e podemos admitir que, com o agravamento da deflação, o rácio da dívida chegue aos 128% do PIB nominal. Por este caminho, vamos seguindo os passos da Grécia. Não admira pois que os especialistas estejam preocupados com a impossibilidade de Portugal entrar em incumprimento. Baixando os preços, baixa o PIB. Mas esta "gente honrada" não se preocupa com a deflação. Apenas quer reduzir o défice das contas públicas para agradar aos "mercados".  Conduziram-nos até aqui, à beira do precipício, e continuam cegos e autistas.

Vista geral do Interior da Catedral de Brasília, obra prima de Oscar Niemeyer.



publicado por Evaristo Ferreira às 14:58 | link do post | comentar

1 comentário:
De wpt a 15 de Dezembro de 2012 às 16:28
Enquanto continuarmos a mostrar a indignação só pelos blogs e conversas de café, que alguns pensam ter um efeito devastador, eles (o governo) continuam a destruir o país, o limite já á muito que foi ultrapassado, o que nos falta a todos é passar das palavras aos atos para pôr fim a isto, sair do sofá, neste caso do teclado. É uma chatice isto de viver num país de brandos costumes.


Comentar post

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds