Quarta-feira, 28 de Novembro de 2012

"Ou vamos para eleições no país ou vai o PSD".

Foi assim que tudo começou, e foi assim que esta "gente honrada" chegou ao "pote". O autor deste desafio foi o consul Marco António, oficial às ordens de Filipe Menezes, presidente da Câmara de V N Gaia, que por sinal é a autarquia mais endividada do país. Passos Coelho, que já levava um ano como Presidente do PSD, para não desagradar aos boys do partido, resolveu chumbar o PEC-4, que haveria de levar à queda do Governo PS, à demissão de José Sócrates, e à convocação de eleições, prontamente anunciadas pelo Presidente Cavaco Silva, que assim realizava o velho sonho de Sá Carneiro: um Presidente, um Governo e uma Maioria.

Quando esta "gente honrada" chega ao poder, tem como almofada política

o Memorando de Entendimento negociado com a Troika, e tão ansiosamente desejado por Passos Coelho, que trazia na algibeira os pergaminhos do neoliberalismo. Tudo o que houvesse para fazer, não era por vontade desta "gente honrada", era por imposição da Troika, diziam eles. Mas a alegria e o delírio eram tão evidentes, que o Governo low-cost de 10 ministros, 35 secretários e duzentos e tal "peritos", "assessores" e "conselheiros" se transformou numa máquina trituradora de direitos adquiridos. Adoptaram como marca, o pin da bandeira nacional na lapela e como lema "iremos alem da Troika"-- "custe o que custar". O efeito produzido pelas medidas tomadas pelo Governo destes estarolas, está à vista: (1) queda do investimento público e privado, (2) 16% de desemprego, (3) queda drástica do consumo interno, (4) aumento brutal dos impostos, mas com queda acentuada da receita fiscal, (5) défice incontrolável, (6) aumento da dívida pública de 92 para 124% do PIB, (7) e aumento de falências cada vez em maior número.

Ao fim de ano e meio de governação neoliberal, que futuro vai ser o nosso? Vamos a caminho da Grécia, inexoravelmente. Todavia, os ranhosos estão convencidos de que o maná está para breve, e cantam hossanas à obra conseguida. Esta gente está a delirar... ou ficaram todos loucos?

O consul Marco António está à esquerda de Passos Coelho, à direita deste está o

massagista contratado para "amaciar" o discurso do Governo e as querelas entre

neoliberais,  social-democratas e o Partido do Contribuinte, que serve de muleta...

 



publicado por Evaristo Ferreira às 16:17 | link do post | comentar

1 comentário:
De Francisco Clamote a 28 de Novembro de 2012 às 18:33
Não sei já, meu caro, quem é que está pior: se a Grécia, se nós. Os gregos ainda dão luta, nós nem isso. Não deixa, aliás, de ser curioso que Portugal, sem mexer uma palha, vá beneficiar da luta deles.


Comentar post

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds