Segunda-feira, 26 de Novembro de 2012

O Paulinho das Feiras, que chegou ao "pote" na companhia de Passos Coelho,

foi cooptado para desempenhar o cargo do Foreign Office português. Paulo Portas, muda de cara conforme as conveniências e fala como se fosse um ventríloquo. Quando andava em campanha eleitoral, ia sempre beijar as peixeiras, as vendedeiras ambulantes, e bebia um copo de dois, caso fsse convidado para a taberna. Agora que chegou ao "pote", farta-se de viajar, graças ao cargo de ministro do Foreign Office. Aquando do início da guerra no Iraque,  em 2004, tinha a seu cargo a pasta da Defesa. Paulo Portas portou-se como um actor secundário, mas mandou construir dois submarinos. Como ministro da Defesa, mandou avançar a Armada Portuguesa para fazer frente a um pequeno barco, propriedade das WomenonWaves, que se dedicavam a distribuir preservativos nos portos do continente europeu. Já viram, a nossa Armada a enfrentar um navio de enfermeiras! Coisa ridícula. Pois agora que Portas tem a cargo os Negócios Estrangeiros, verificamos, mais uma vez, como ele é impulsivo, pouco diplomático, muito divertido e até corajoso, se avaliarmos bem o desafio que o ministro enfrenta. O caso é este: os Estados Unidos estão a realocar as suas forças armadas lá para os lados do Sol Nascente, e, por via disso, querem reduzir custos na Europa, designadamente nos Açores. Na Base Aérea das Lages, operam cerca de 800 trabalhadores, e o Pentágono quer reduzir este número para apenas 170. A esta situação respondeu o nosso ministro dos Estrangeiros, pura e simplesmente: Os Estados Unidos que esperem pela reacção. Esta atitude de Paulo Portas mostra bem o carácter belicoso do actual ministro dos Estrangeiros.  É preciso ser um homem de coragem, caramba! Que armas ou meios aéreos terá Paulo Portas para enfrentar a US Marine ou a US Air Force?... Algum submarino, equipado com mísseis balísticos? Será um drone, capaz de lançar rockets sobre o Pentágono? Estou para ver qual vai ser a reacção de Paulo Portas, quando o Pentágono mandar regressar à Homeland parte das esquadras estacionadas nas Lages. Eu  penso que isto não passa de uma fanfarronice de Paulo Portas. Em 2004 enfrentou, com sucesso, o derrame do Prestige e as WomenonWaves por mero acaso, embora ele tenha dito que foi por intercessão da Senhora de Fátima. Queira Deus que Paulo Portas não leve este país para uma guerra com os States, mais a mais numa altura em que todos nós estamos exaustos e deprimidos.

Paulo Portas promete uma "reacção" adequada às medidas de austeridade impostas pelo

Pentágono, que vai despedir mais de 600 trabalhadores na B.A. das Lages nos Açores...

Será que caminhamos para uma guerra com os States? Tambem era só o que nos faltava!



publicado por Evaristo Ferreira às 15:14 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds