Quinta-feira, 23 de Agosto de 2012

Paulo Portas, que ocupa o Palácio das Necessidades, onde desempenha o cargo 

de ministro do Foreign Office portugês, faz parte do grupo que se auto-denominou "gente honrada, cumpridora da palavra dada", aquando da campanha eleitoral de 5/Jun/2011. O ódio desta "gente honrada" contra Sócrates era tanto, que Portas, como deputado na AR, chegou a pedir a Sócrates para este se demitir de primeiro-ministro. Portas já não aguentava mais ouvir e encarar de frente com José Sócrates. Para difamar este, os danados inventaram slogans apócrifos, difundiram aleivosias, mentiras sem fim. E para se santificarem, os danados auto-proclamaram-se de "gente honrada". Eles sim, eram boa gente, justa, eficaz, patriótica (de lapela). Ora vejam só, como esta "gente honrada" está cheia de "pecados" (alguns de lesa Pátria). Agora que os submarinos voltaram a "flutuar em doca seca", veio à tona de água o contentor de fotocópias carregado por Paulo Portas, quando este deixou o ministério da Defesa, do qual era responsável máximo. Sabe-se que faltam papeis no processo dos submarinos, sabe-se que Paulo Portas tem um acervo de fotocípas referente ao processo, sabe-se que a proposta de compra dos submergíveis foi a mais cara, e agora sabemos que o contrato das conrapartidas termina a 4 de Outubro, sem que o país tenha sido beneficiado, acabando mesmo por perder 700 milhões de euros... Vai tudo por água abaixo: contrapartidas, imcumprimento, etc. Paulo Portas, que se auto-proclamou de "gente honrada", de há muito devia ter-se disponibilizado para prestar esclarecimentos sobre este imbróglio, mas não o fez. A Justiça da República nada tem feito para averiguar este negócio de águas profundas. Se Paulo Portas digitalizou 61.893 documentos, entre os quais havia alguns com a inscrição de "secreto" e "confidencial", pergunto: (1) Quanto pagou Paulo Portas ao Estado pelo serviço de digitalização? (2) Quem autorizou Paulo Portas a copiar os documentos que eram pertença exclusiva da República? (3) O rapinanço de "informação previlegiada" do Estado não é considerado um crime? (4) Por que razão não existe um serviço de custódia para a documentação "confidencial" arquivada no ministério da Defesa? Como cidadão português, penso que ninguem, nem a denominada "gente honrada", está acima do Estado. Investigue-se, e obrigue-se Paulo Portas a restituir ao Estado, o ficheiro dos 61.893 documentos digitalizados, roubados ao ministério da Defesa Nacional.

Paulo Portas tem na sua posse um ficheiro com 61.893 documentos digitalizados,

pertença da República Portguesa, alguns deles classificados como "confidencial" ou

como "secreto".  Mais um caso, semelhante ao de Jullian Assanje, da Wikileaks?...



publicado por Evaristo Ferreira às 14:37 | link do post | comentar

1 comentário:
De Digitalização de documentos a 21 de Novembro de 2012 às 11:29
É difícil falar de Digitalização de Documentos, sem pensar nos documentos. Importantes e variados, os documentos comprovam o cumprimento das obrigações. Um item que, devido sua relevância, deve ser muito bem cuidado e armazenado. Ter um local adequado para fazer de forma correta a armazenagem dos documentos é o ideal, juntamente com a Digitalização do Documento.

Ótimo post! continue trazendo informações!
recomendo: http://www.doker.com.br/servicos-digitalizacao.asp


Comentar post

mais sobre mim
Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

FIM DE CICLO...

A ENTREVISTA DE SÓCRATES

SÓCRATES NA RTP

PASSOS DE JOELHOS

DESCRÉDITO TOTAL

COM PAPAS E BOLOS...

É A ECONOMIA, ESTÚPIDO!

OS PROFETAS DOS "MERCADOS...

QUE SE LIXE O "PÚBLICO"

OS PAPAGAIOS DO COSTUME

arquivos

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

links
blogs SAPO
subscrever feeds